Técnicas para escolher o imóvel ideal para o seu cliente

Técnicas para escolher o imóvel ideal para o seu cliente

Os clientes do mercado imobiliário mudaram. Atualmente eles têm muito mais acesso a informações e se tornaram mais cautelosos na hora da compra.
Para atender melhor e ter ainda mais sucesso é preciso se adaptar.
Com a tendência da comunicação remota e o uso cada vez maior de robôs para conversar com os clientes, para fazer a diferença no mercado é preciso sair dessa direção.
O ramo imobiliário deve voltar a realizar o atendimento pessoal e direto, pois essa habilidade se tornou um diferencial para se tornar um corretor de sucesso.
Veja a seguir algumas dicas para estreitar o relacionamento com seus clientes e vender ainda mais sendo assertivo nas escolhas dos imóveis.

Converse com o seu cliente
Acima de tudo é necessário entender as exigências do seu cliente e você só conseguirá saber conversando com ele.
Manter uma linha de diálogo aberta com os possíveis clientes faz com que os laços sejam construídos e fortificados, fazendo com que eles passem a confiar mais em você.
Não adianta perder tempo tentando adivinhar as necessidades ou pensando de acordo com o mercado imobiliário. Cada cliente tem suas próprias características e precisam de imóveis que correspondam com tais demandas.
Muitas vezes, as próprias famílias não têm muita certeza do que precisam em um lar, por isso conhecê-los primeiro fará com que suas escolhas sejam muito mais assertivas.
Entretanto, lembre-se de que isso não é um interrogatório, deixe-os a vontade para responder as questões.

Amplas opções de escolha
Agora que você já tem o perfil do seu cliente e entende o que ele deseja, é hora de selecionar os imóveis.
Ter uma carteira de imóveis diversificadas te ajudará a agradar mais tipos de clientes. Quanto mais opções tiver, mais provável é encontrar algo que agrade a família.
O ideal é sempre escolher imóveis que se encaixem perfeitamente com os pedidos do seu cliente, mas é importante ter em mente que nem sempre a casa dos sonhos existe ou cabe no orçamento dele.
Para evitar decepções, a dica é separar os itens essenciais na lista de necessidades e aqueles pedidos que podem ficar em segundo plano. Isso te dará mais opções para mostrar ao comprador.

O que perguntar?
As primeiras perguntas devem ser relacionadas a formação da família, por exemplo: qual o estado civil, se possuem filhos e se têm animais de estimação. Essas informações te ajudaram a montar o perfil do cliente.
Também é importante entender o motivo de seu cliente querer se mudar. Pergunte quais os problemas que ele enfrenta no imóvel atual.
Tão importante quanto saber o que desejam, é perguntar o que não querem de forma alguma no imóvel. As opções são muito variadas e vão depender de cada experiência pessoal dos clientes, mas conhecer este lado te ajudará a filtrar as opções e evitar grandes erros na hora da visitação.
Conhecer os hobbies dos seus clientes também podem ser de grande valia. Se é alguém que goste de sair para caminhar, morar perto de um parque pode ser escolha certa. Se o cliente prefere a vida noturna, bairros mais boêmios serão mais do agrado dele. Entretanto, se ele for mais caseiro, uma vizinhança tranquila fará a diferença. O imóvel precisa combinar com o estilo de vida do comprador.
Um ponto limitador na escolha do imóvel ideal é o valor. É preciso conhecer a realidade financeira do seu cliente, mesmo sendo um tema delicado para algumas famílias. Apresente somente alternativas que se encaixem na realidade econômica dele.

Receba Novidades

Cadastre-se e receba as novidades do mercado imobiliário em seu email.

Blog Leardi - Últimas Notícias

Fique por dentro das novidades do mercado imobiliario e de franquias. Oportunidades, dicas, informação.