Santo André, o polo industrial e cultural do ABC

Santo André, o polo industrial e cultural do ABC

Santo André é um município do estado de São Paulo, está localizado à sudoeste da capital e faz parte da Região Metropolitana de São Paulo.
A cidade faz parte do chamado Grande ABC, região composta pelas cidades de São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, além da própria Santo André.
A sigla “ABC” se deu em homenagem as três primeiras cidades da região (Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul), que por sua vez receberam estes nomes devido à forte influência católica da época de suas formações.

História
O nome da região faz referência a vila de Santo André da Borda do Campo que existiu no que hoje é o Grande ABC. Devido as rivalidades entre os padres jesuítas e o regente local, a vila foi transferida para os campos de Piratininga.
Entretanto, o povoado que deu origem a atual cidade de Santo André surgiu com a inauguração da estação de trem da Estrada de Ferro Santos-Jundiaí em 1867.
Na época o município era chamado de São Bernardo e compreendia toda a atual Região do Grande ABC, ou seja, as cidades de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.
O nome da cidade só voltou a ser usado em 1910, quando o bairro com a estação ganhou o nome de Distrito de Paz de Santo André.
Devido ao destaque que a região ganhou graças a estação e também à aclamação pública, em 1938, o bairro passou a ser a sede do município. A cidade deixou de ser chamada de São Bernardo e passou a utilizar o título Santo André.
A antiga sede passou a ser chamada de Distrito de São Bernardo e só obteve a sua emancipação em 1944, quando começou a utilizar o nome pelo qual conhecemos hoje: São Bernardo do Campo.

Mobilidade
O transporte por ônibus municiais é gerenciado pela AS Trans, enquanto as linhas intermunicipais são gerenciadas pela EMTU e interligam Santo André a todas as cidades vizinhas.
A cidade também conta com as estações de trem Utinga, Prefeito Saladino e Prefeito Celso Daniel-Santo André, todas da linha 10-Turquesa da CPTM.
Para acessar a cidade, as principais rodovias são: Avenida dos Estados, Avenida Pereira Barreto, Avenida Dom Pedro II, Rodovia Índio Tibiriçá e a Rodovia Deputado Antônio Adib Chammas.

Lazer
Santo André se destaca como centro comercial e cultural, não só da Região do Grande ABC, como também de todo o estado de São Paulo.

1. Teatro Municipal de Santo André
Inaugurado em 1971, o Teatro Municipal é palco das principais atrações dramatúrgicas de dança e música, erudita e popular, do circuito nacional.
Atualmente, o espaço recebe apresentações da Orquestra Sinfônica da cidade, do Coro municipal, da Orquestra de Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo e diversas companhias de teatro, balé clássico e dança contemporânea.
O teatro conta com três palcos e capacidade para 475 pessoas, além de sistema de som e luz modernos, fosso para orquestra, maquinário para movimentação do cenário e estacionamento próprio.

2. Sabina – Escola Parque do Conhecimento
A Sabina se propõe a ser um espaço de troca e intercâmbio de diferentes áreas de conhecimento.
Este centro de cultura tem a missão de gerar e difundir o conhecimento sobre Linguagem, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática com suas exposições interativas.
Pensado em promover o aprendizado de forma lúdica, a Sabina é voltada para o público infantil. O local oferece aquários, terrários, simuladores, planetário, teatro digital, além do grande acervo para exposições.

3. Parque Escola
A Escola Municipal de Educação Ambiental Parque Tangará é um importante difusor de informações sobre a importância da preservação do meio ambiente e também um ótimo local para atividades ao ar livre.
A EMEA Parque Tangará dispõe de cactário, um horto medicinal, orquidário, bromeliário, horta orgânica, pomar, sucatoteca, sala dos animais articulados e dos camuflados, minhocário, sala de aves e abelhas, carpoteca (coleção de sementes), quatro tanques de plantas carnívoras e até um jardim das borboletas. O local também tem outros espaços utilizados para aulas durante a visitação.
Além de receber alunos de toda a rede municipal de ensino, a EMEA promove mensalmente oficinas, minicursos e palestras sobre assuntos relacionados ao meio ambiente e bem-estar pessoal.
Cursos de informática, yoga, Tai Chi Chuan e zumba também costumam estar presentes na programação. Todas estas atividades são gratuitas.
O parque também conta com áreas comuns como quadra esportiva, campo de futebol, academia ao ar livre e pista de caminhada que passa por toda a extensão de um bosque.

4. Vila de Paranapiacaba
Paranapiacaba é um distrito do munícipio e surgiu em 1860 com a construção de residências para os construtores da linha férrea que escoavam a produção de café.
Considerado um núcleo turístico de Santo André, grande parte da vila de Paranapiacaba é um patrimônio histórico tombado.
Junto a arquitetura inglesa história, a região tem como característica a forte neblina e é um local perfeito para fãs de fotografia, de histórias de terror e do estilo steampunk.
Além da própria vila, outro destaque da região é o passeio ecológico da região.

Mercado Imobiliário
Um fator que atrai muitos moradores e investidores para a região é o desenvolvimento do setor industrial que gera milhares de empregos todo ano.
No mercado imobiliário, este fato movimento tanto o setor residencial quanto o comercial.
Com uma área total de 175 km², a população está totalmente concentrada na zona urbana no norte do munícipio. A considerada zona rural na verdade se trata de áreas verdes protegidas por lei na região sul da cidade.
Santo André é dividido em três distritos, sendo eles Capuava, Paranapiacaba e Santo André, o distrito sede. Este ainda é dividido em dois subdistritos, Santo André e Utinga.

Receba Novidades

Cadastre-se e receba as novidades do mercado imobiliário em seu email.

Blog Leardi - Últimas Notícias

Fique por dentro das novidades do mercado imobiliario e de franquias. Oportunidades, dicas, informação.