Imóvel na planta ou pronto para morar?

Imóvel na planta ou pronto para morar?

Se você está pronto para realizar o sonho da casa próprio e procurando por um imóvel para chamar de seu, já deve ter pensado nas possibilidades de se comprar um imóvel na planta ou um imóvel pronto.

Para lhe ajudar neste momento, a Paulo Roberto Leardi listou as principais vantagens e desvantagens de como modalidade. Veja a seguir:


Imóvel na planta

Um imóvel na planta pode estar em qualquer fase antes do lançamento efetivo dele, seja no processo de construção, em sua fase final ou prestes a ser inaugurado.

O primeiro ponto positivo e, normalmente, o mais levado em consideração são as condições de pagamento.

Nessa modalidade, o preço do imóvel costuma ser mais em conta e o comprador não precisa ter o valor integral do imóvel em mãos, sendo possível pagar as parcelas no decorrer da obra e financiar o restante após pegar as chaves do imóvel.

A dica é apresentar uma boa quantia como entrada, pois quanto mais você conseguir antecipar o valor, maior será o desconto.

A desvantagem é justamente o tempo da construção. Uma obra deste porte pode durar de 30 a 36 meses e se você tem pressa ou não deseja esperar tanto tempo, comprar um imóvel na planta não fará sentido para você.

Um ponto em que se deve ter muito cuidado antes de comprar um imóvel em construção é o histórico da construtora ou da incorporadora.

Com as flutuações econômicas é preciso entender que haverá o risco de que o imóvel não seja entregue.

Para diminuir esse risco, é essencial checar a credibilidade da empresa antes de assinar o contrato. Veja se existem muitas reclamações sobre a empresa e também solicite documentos que atestem a situação econômica da construtora.


Imóvel pronto para morar

Nesta modalidade o imóvel já está pronto, podendo ser uma propriedade nova ou já tendo sido ocupada por outros moradores.

Como o próprio nome já diz, a principal diferença entre as opções é que com este tipo de imóvel você não precisar esperar. A residência já está pronta para você ocupá-la.

Não ter que esperar para se mudar acaba sendo uma grande vantagem. Você também não precisará se preocupar com a não finalização da construção e, consequentemente, a não entrega do imóvel.

Um dos pontos que preocupa os compradores é a questão da burocracia, pois a compra de um imóvel pronto envolve mais documentação e procedimentos com o cartório. Entretanto, é necessário lembrar que toda essa papelada é essencial para garantir a sua segurança durante a compra.

Para pagar pelo imóvel, o financiamento e o consórcio são os métodos mais utilizados e exigem que o comprador desembolse de 20 a 30% do valor da propriedade como entrada.

Para entender os pontos positivos e negativos dessas formas de pagamento, veja como funcionam o crédito imobiliário e também as diferenças entre financiamento e consórcio.



Outro detalhe a ser levado em consideração é que no caso de um imóvel antigo, nunca reformado ou com restaurações já ultrapassadas, é preciso ficar atento à necessidade de possíveis manutenções para adequar o imóvel.

Receba Novidades

Cadastre-se e receba as novidades do mercado imobiliário em seu email.

Blog Leardi - Últimas Notícias

Fique por dentro das novidades do mercado imobiliario e de franquias. Oportunidades, dicas, informação.