Aumente as suas vendas: melhore as fotos dos imóveis

Aumente as suas vendas: melhore as fotos dos imóveis

A primeira impressão é a que fica. Quando a gente está falando de imóveis, todas as impressões são importantes. E boas fotografias são fundamentais para isso. Em meio a tantos imóveis com características semelhantes disponíveis no mercado, um belo retrato pode fazer toda a diferença. Imagens de qualidade chamam a atenção e costumam aumentar a vontade das pessoas de conhecerem o imóvel. Se tem mais gente vendo, maiores são as chances de vender. Aproveitando que blogs e redes sociais são poderosos meios de comunicação - e gratuitos - não se pode perder a oportunidade de postar as melhores fotos dos seus imóveis. Ainda mais sabendo que, de acordo com a pesquisa Think Real Estate with Google 2013, 60% das compras de imóveis começam na internet (esse mercado conta, no mundo, com quase 6 milhões de sites imobiliários). Não basta só ter um anúncio com todas as informações necessárias e corretas, oferecer fotos de ótima qualidade é fundamental para o seu possível cliente. São elas que vão levar os potenciais compradores a se interessar por todo o restante, do preço ao tamanho e vagas na garagem. Para cumprir a missão, não precisa ter uma máquina fotográfica de última geração e nem ser um profissional. Uma boa câmera e alguns cuidados já são o suficiente. Leia, abaixo, dicas de como tirar as melhores fotos dos seus imóveis: Cuidado com o enquadramento Não adianta tirar fotos às pressas. Elas saem tortas, confusas e não valorizam o seu imóvel. Para não correr esse risco, apoie a sua câmera em um tripé. Se não tiver, a melhor estratégia é comprar, eles não são caros. Se você precisa tirar a foto agora, pode tentar apoiar em uma mesa ou em algum outro objeto. Isso garante que a foto não saia fora de foco. Sempre de olho na luz Quem trabalha com fotografia sabe: nada substitui a luz do dia (tendo sol ou não). Por isso, prefira sempre a luz natural do que o flash da sua câmera fotográfica. É fundamental abrir todas as janelas e cortinas da sala e quartos para deixar a luz entrar. Caso seja necessário, acenda as lâmpadas também. Fazendo isso, você vai dar mais vida à sua casa e vai passar a dimensão exata dos cômodos. Se não tiver luz, você pode tentar com o flash - mas, sem um profissional, é provável que a foto não saia tão bem. Fotografe todos os cômodos Valorize o produto que está vendendo mostrando fotos dos principais cômodos, isto é, sala, cozinha e quarto. Omitir alguma informação visual pode deixar o possível comprador ressabiado, pensando que o cômodo ignorado tem algum problema. Mais do que isso, apresente o cômodo inteiro na foto, e não parte dele. Arrumação da casa Acredite, muitas pessoas postam fotos com a cama a fazer, pilhas de pratos sujos em cima da pia ou com parte do guarda-roupa empilhada sobre o sofá da sala. Isso, além de pouco educado, não é muito inteligente para quem quer vender um imóvel. Antes de colocar a sua câmera para trabalhar, ajeite a casa. Importante observar, também, que não é bom deixar móveis jogados no meio do cômodo bloqueando a vista. Portanto, tire móveis, como o sofá, do caminho para dar uma visão melhor do ambiente. Fotos externas Para quem mora em casa, tirar fotos externas é importante para valorizar o imóvel logo de cara. Evidentemente, escolha o melhor dia para fazer isso. Dias chuvosos, por exemplo, dificultam a foto. Lembre-se, também, de bater uma foto da rua a partir da vista do quarto ou da sala. Se o imóvel se encontra em uma rua tranquila e arborizada, registre essa informação com a sua câmera - vai ajudar a convencer o possível comprador. Cuidados pós-fotos Se você seguiu esses procedimentos, está pronto para tirar fotos melhores. Vale lembrar que você pode procurar vários outros conselhos, já que a internet tem uma infinidade de dicas e tutoriais de fotografia, basta pesquisar. Com melhores fotos, fica mais fácil agendar as visitas. Boa sorte com as vendas. Banner_01

Receba Novidades

Cadastre-se e receba as novidades do mercado imobiliário em seu email.